Inova em Foco - E agora?

Inova em Foco

02 Fevereiro, 2017

Eu estava selecionando o tema para este artigo, quando, por um instante, parei para refletir a respeito do que esperar do futuro. É, esse futuro que todos nós olhamos e que na verdade não está conosco, porque está por vir.

Tenho dito aos meus alunos que um presente bem vivido será um futuro bem preparado e por via de consequência, um passado bem lembrado.

É aqui que a reflexão ficou mais complexa. Eu acabei parando e fui preparar um cafezinho, na minha máquina de café expresso. Ao saboreá-lo comecei a listar alguns desafios e algumas situações com as quais, nós estaremos, face a face, no tal do futuro, que, com a velocidade e a internet das coisas chega muito mais rápido do que em tempos outros.

Fazer deste presente algo grandioso, que se consolide em experiência positiva para fortalecer o conhecimento e nos preparar para o amanhã, também está desafiador, por causa da velocidade que eu mencionei.

No mundo dos negócios, mais especificamente, em operações sejam em indústria de transformação ou serviços, me deparo com estas situações de iminência preparativa que mal dá tempo de se aprofundar em análises de riscos ou oportunidades, isto porque o tal do futuro chega, como escrevi, muito rápido.

Observo que mais e mais as organizações buscam automatizar seus processos produtivos com mais e mais emprego da tecnologia, objetivando um imediatismo operacional que vença a concorrência e chegue primeiro para satisfazer as demandas dos consumidores.

Basta ver a quantidade de filmes retratando as operações industriais, principalmente, cada vez mais robotizadas.  

Essa é mesma tecnologia que tem afastado as pessoas dos contatos e das relações interpessoais, dada a quantidade de aplicativos e sistemas existentes para todos os tipos e gostos.

Neste instante da reflexão o cafezinho já tinha acabado. Lá fui eu preparar outro. Ao chegar à tela do notebook, vi lá uma nova mensagem que havia chegado.

Tratava-se de uma pesquisa patrocinada pela Câmara Americana de Comercio de Campinas. Naturalmente, parei minhas anotações e fui ver o conteúdo, onde se registravam os resultados das pesquisas.

Eis que as organizações precisam e vão continuar demandando profissionais. É isso mesmo! Haja tecnologia, software, portabilidade de dados, decisões em tempo real. Ops! Aplicativos e softwares não decidem, não é mesmo? 

Olha aí a necessidade dos profissionais preparados, pois são eles que tomam as decisões, clicam sim ou não, chamam para encontros e discutem estratégias e o que fazer.

Para tanto, a habilidade relacional, o domínio de idiomas, o conhecimento do mundo dos negócios, seus desafios, suas experiências e, essencialmente, a história de cada negócio ou pessoa entra em cena.

Quando fechei o arquivo, fiquei mais otimista com o que poderemos ter pela frente. No campo interno, turbulências políticas por força da repaginação do país, à duras penas, que se diga, mas caminhando. No cenário externo uma possível reversão do que foi o grande movimento globalizado dos negócios.

Seja da natureza que for, o amanhã continua incerto e o mundo dos negócios ressurge com situações novas, produtos novos, atendendo demandas novas.  Uma das formas para se preparar para o futuro é buscar fazer algo diferente dos seus pares, expandir a fronteira de seus conhecimentos, dominar pelo menos mais dois idiomas, entender de pessoas, trabalhar com pessoas, saber interagir com pessoas, dominar a tecnologia e vencer seus desafios presentes, para não ter que responder à pergunta: E agora?


 Acesse o arquivo, clicando aqui!

 

Elcio Sotkeviciene

Experiência e atuação: 

Professor Mestre e Executivo de negócios internacionais, atuou nas empresas ERIEZ, BASF, FORMED,  BLACK & DECKER, CASE, ERICSSON e FLEXTRONICS, liderando processos de Internacionalização de empresas e produtos, transportes globais, "trade compliance", desenvolvendo soluções para  cadeia supridora, de ponta a ponta,  em operações multiclientes, incluindo logística  reversa.

Dirige a SOTLOG focada em educação, no desenvolvimento de conteúdos  programáticos, palestras e consultoria em negócios, atuando como Professor em bacharelado, MBA e Pós MBA.

 

 

Chat