Sentido da Vida | A vida não é uma competição - por Fausto Ferreira

Artigo

10 Dezembro, 2019

Neide, eu não aguento mais, estou com vontade de largar tudo e me isolar na Chapada Diamantina.

Eu estava super animada e imersa no acompanhamento das inovações, mas vejo que não consigo, pela velocidade das mudanças. Fico desesperada. Mesmo grudada no celular o dia todo, vejo que estou deixando passar as coisas. Estou com 33 anos e me vejo competindo com o pessoal da minha idade e com os mais novos, o que é pior. Temos que saber de tudo e ter respostas para tudo, é um inferno!

Gilda, entendo o que você está sentindo. Isso é realmente estressante e a gente se perde com facilidade.  Veja uma coisa, será que se você dosar um pouco os acessos à internet e focar no que é realmente importante, poderá começar a resolver esse problema e se sentir mais leve? Fiquei sabendo de um curso ótimo da Inova Business School, Foco e Produtividade, do Professor Rubens Pimentel. Tenho certeza que poderá te ajudar muito.

Eu até já pensei em focar mais em algumas coisas e deixar outras de lado, mas ainda não o fiz. Irei procurar esse curso, como minha última esperança. Veja uma coisa, estou sem namorar há 1 ano, sem férias e focada somente nesse projeto da empresa. Minha vida está um saco!

Bom, eu também sofro com isso às vezes, mas achei um caminho, para não ficar doente, porque é o que está acontecendo com muita gente.

Neide, o que você está fazendo de diferente, que está te ajudando? Diga aí!

Além da terapia, que faço há um tempo, procurei um outro caminho que me ajuda muito, yoga e meditação. Estou fazendo de tudo para não precisar de ansiolítico. Sabe que está dando certo. Dessa forma me sinto mais equilibrada e me sinto mais inteira. Posso dizer que no início não foi fácil, mas eu perseverei.

Nossa! Que inveja. Eu quero mudar a minha vida e será a partir de hoje. Agradeço por ter me ouvido e passado essas dicas.

Muito bem. Esse tipo de conversa, hoje em dia, está cada vez mais comum. As pessoas estão ficando doentes pelo estresse causado pela velocidade e volume das mudanças. Não estou criticando os acontecimentos, mesmo porque eles acontecem independentemente de querermos ou não e trazem uma enorme evolução, como nunca a humanidade já teve.

A constatação de que hoje estamos melhores está aí para todos verem. Vamos à alguns exemplos: 

- O celular nos conecta com o mundo em apenas alguns cliques, portanto, temos as informações que necessitamos, no instante que quisermos;

- As radiografias médicas e odontológicas são digitais, o que protege o meio ambiente dos produtos que eram utilizados, aqueles que manuseavam as revelações e temos os resultados instantaneamente e com maior nitidez;

- Os diagnósticos, na medicina são mais rápidos e com um nível de acuracidade impressionantes, indicando os tratamentos de forma imediata;

- A educação está iniciando sua transformação com os EADs (Ensinos à distância e online), a utilização das diferentes metodologias ativas, dos cursos nanodegrees, dos cursos rápidos e o do lifelong learning. Essas mudanças estão impactando a aprendizagem e tornando os alunos protagonistas, eliminando a passividade dos antigos métodos de ensino.

Isso considerado, podemos, sem sombra de dúvidas, dizer que a regra atual na vida é a mudança. Dessa forma, a vida torna-se cada vez mais dinâmica e muito mais complexa, o que nos impele a superar a nós mesmos, para desenvolver melhores competências e qualidades e não para competir com os outros. 

Bom lembrar que a vida é curta. Não podemos nos esquecer também, de nos deleitar com as belezas naturais - fauna e flora, com o prazer dos encontros, da convivência com os familiares e amigos, com as paixões, viagens e tantas outras coisas que negligenciamos e que completam nossa existência.

 Isso é viver!

Chat